ASP Cascais Billabong Pro 2013 - Skeleton Sea

João Parrinha, um dos mentores do Skeleton Sea

Grandes ondas na praia de Carcavelos e uma vitória espectacular do brasileiro Jadson André! (publicarei fotos de surf em breve).

Mas houve outra coisa neste evento que me impressionou verdadeiramente… enquanto os atletas bombavam na água, foi montada uma exposição de arte na areia.

Skeleton Sea é um projecto artístico com uma mensagem clara: manter o oceano limpo! São surfistas e artistas que se dedicam a transformar lixo da praia em esculturas incríveis.

Voltei com algumas boas fotos de acção (além de um escaldão), mas a descoberta deste projecto foi o ponto alto do dia!

Eu vou mantê-los debaixo de olho e vocês, se gostam de arte, deviam fazer mesmo.

-----------

Awesome waves at Carcavelos beach, with a huge victory by brazilian surfer Jadson Andre! (I’ll post some action photos soon).

But there was something else at the event that really impressed me… as the riders dropped, pumped and aired in the water, an art exhibition was set up on the sand.

Skeleton Sea is an art project with a very distinct message: keep the ocean clean! They are surfers and artists who set out to turn regular beach trash into amazing sculptures.

I came back with some nice action shots (and a sunburn), but discovering this project was what made my day!

I´m going to keep an eye on them and, if you love art, so should you.

 

Redes Sociais .Com

No que diz respeito à fotografia, as redes sociais (Facebook, Pinterest, Google+, etc), mudaram estão a mudar completamente a forma de divulgar, partilhar e até vender imagens. Isto não é novidade para ninguém. Muitos concursos de fotografia passaram a ser concursos de "popularidade", em que os participantes são incentivados não a apresentar imagens excelentes, mas a reunir o maior número de votos possível ("likes", no caso do Facebook). Para isso, massacram incessantemente todos os seus "amigos" para votarem e divulgarem a sua imagem (independentemente de ela merecer ou não).

Resultado: na maioria das vezes, o prémio vai para uma foto medíocre de um blogger excepcional.

Vantagens: o promotor do concurso consegue espalhar a sua publicidade por um número enorme de pessoas.

Desvantagens: o conceito de "imagem premiada" começa a perder sentido...

Não me entendam mal, eu não tenho nada contra redes sociais, nem concursos de popularidade. Prefiro é não lhes chamar concursos de fotografia.

O Instagram foi adquirido em 2012 pelo Facebook (por US$1000000000!!!) por se ter tornado a aplicação de fotografia de iphone mais popular de sempre. Há toda uma cultura em torno deste tipo de imagens que têm geralmente um look retro.

Mas, recentemente, surgiu aquilo que eu considero a cereja no "topo do bolo": a possibilidade de comprar (sim, literalmente comprar!) "likes", "comentários" e "seguidores" no Instagram! Agora sim, o jogo mudou. Os "fotógrafos" do Instagram que se destacavam pelas suas "capacidades de divulgação", vão agora ser substituídos pelos que tiverem a conta bancária mais gorda! Socorro!

---------------------

Social Networks .Com

Social networks (Facebook, Pinterest, Google+, etc) have changed are completely changing the way we publish, share and even sell images. This isn't new.

Many photography contests are now "popularity" contests, where the participants are encouraged to round up as many votes ("likes" in Facebook) as possible instead of presenting excellent images. So they relentlessly bang on the door of everyone of their "friends" to get them to vote and promote their image (whether it deserves it or not).

Result: most of the time, the prize goes to a mediocre photo from an exceptional blogger.

Advantages: the promoter of the contest reaches an enormous amount of people.

Disadvantages: the expression "prized image" begins to lose any meaning...

Don't get me wrong, I've got nothing against social networks, or popularity contests. I just rather not call them photography contests.

Instagram was acquired by Facebook in 2012 (for US$1000000000!!!) after having become the most popular photography iPhone app. There is now a culture around these retro looking images.

But recently, what I consider to be the "cherry on top of the cake" came up: you can now buy (yes, literally buy!) "likes", "comments" and "followers" on Instagram! This is a game changer. Instagram photographers that stood out because of their "popularity skills" are now going to be replaced by those with the fattest bank account! Help!

Bigger, Better, Faster, More!

Desculpem, 4 Non Blondes, por ter de vos roubar o título.

Hoje foi anunciada a máquina dos meus sonhos, a Canon EOS 1D X. Full Frame, 18 Mp, 3 processadores, 12 fps. Quero!!! Posso?....

Sou um fotógrafo profissional. Isto quer dizer que fotografo para clientes e que tenho a obrigação de criar excelentes imagens para eles quando sou contratado. Todas as vezes que sou contratado.

Mas, como fotógrafo, profissional ou não, padeço de um mal que nos afecta a todos, a cobiça pelo equipamento. Não me parece ilógico querer usar o melhor equipamento para criar as melhores imagens, pelo contrário, mas a questão é "que equipamento para que imagens?" E, sendo um fotógrafo profissional, surgem as questões que eu detesto. "O valor a pagar é justificável?", "É possível chegar aos mesmos resultados com um custo menor?", "Quanto tempo vai demorar a amortização?", "Os clientes vão querer pagar a diferença de qualidade?"

E vem-me à cabeça uma frase que ouvi recentemente num podcast (Goingpro), "primeiro arranja os clientes, depois compra o equipamento". Embora isto seja dito por quem vive num país onde alugar equipamento fotográfico não é uma anedota. Mas isso é outra história.

Assim, depois de estar 5 min em pé a gritar "viva, chegou finalmente a máquina por que eu tanto esperei!" e de começar preparar-me para esvaziar a conta do banco, sentei-me e escrevi isto como mantra, para tentar pôr algum bom senso na decisão.

Afinal, é bom não esquecer que quase todos os anos sai uma nova "máquina dos meus sonhos"... ;)

----------------------

Sorry for having to steal your title, 4 Non Blondes.

Today, the camera of my dreams was announced, the Canon EOS 1D X. Ful Frame, 18 Mp, 3 processors, 12 fps. Want it!!! Can I?...

I'm a professional photographer. That means I shoot for clients and I must create excellent images for them when I'm hired. Everytime I'm hired.

But as a photographer, pro or otherwise, I covet the gear. Wanting to have the best equipment to creat the best images doesn't seem wrong to me, on the contrary, but the question is "what equipment for what images?" And, being a professional photographer, the questions I hate come up. "Is the price justifiable?", "Is it possible to reach the same results at a lower cost?", "How much time will it take to pay off?", "Will the clients be willing to pay for the extra quality?" And  a phrase that a heard recently in a podcast (Goingpro) pops to my mind, "first get the clients, then get the gear". Although this is said by someone who lives in a country where renting photo equipment isn't a joke. But that's another story.

So, after 5 min of standing on my feet shouting "the camera I've been waiting for is finally here!", and preparing to empty my bank acount, I sat down and wrote this, as a mantra, to try and put some sense into the decision.

After all, let's not forget that almost every year "the camera of my dreams" is announced... ;)

icamera

Não é novidade nenhuma a utilização de objectivas externas na camera de um telemóvel, através de um adaptador. Mas esta ideia tem crescido e tem havido sugestões insistentes (nomeadamente no podcast This Week In Photo) para a comercialização de um suporte que contenha um sensor de qualidade (CMOS, CCD, como o das reflex) e um encaixe para objectivas (Canon, Nikon, etc), que depois use como interface um dispositivo tipo iPhone.  Já existem soluções a meio caminho (www.photojojo.com), mas ainda usam o sensor do próprio smartphone, o que limita muito a qualidade dos resultados.

Hoje deparei-me com mais esta novidade, muito interessante, onde o iPhone serve de LCD remoto da camera.

--------------

It's no big news, the use of external lenses on a cell phone camera, through an adapter. But this idea has been growing and there have been repeated suggestions (namely on the This Week In Photo podcast) for the commercialization of a device containing a quality sensor (CMOS, CCD, like the ones in a SLR) and a lens mount (Canon, Nikon, etc), that would then use an iPhone as it's interface.

There are already some "half way" solutions (www.photojojo.com), but they still use the smartphone's sensor, which limits the quality of the results.

Today I stumbled apon this new interesting device, where the iPhone is used as the camera's remote LCD screen.

Monte Lunai


Acompanhar um grupo como os Monte Lunai (www.montelunai.com) é viver em permanente festa!

Há 8 anos que percorrem o país de Norte a Sul levando a sua música a milhares de pessoas.

Fazem também incursões esporádicas além-fronteiras, tendo a mais recente sido a Cabo Verde.

A peculiar e irresistível sonoridade resulta de uma bem conseguida interpretação de temas tradicionais europeus, com recurso a uma mistura improvável de instrumentos desde o didgeridoo à bateria e de uma batida capaz de pôr um morto a dançar!

A dança é, aliás, o seu maior elo de ligação ao público e, na maioria dos concertos, a Patrícia, professora de dança, junta-se à plateia para conduzir os "bailarinos".

Existe já um grande grupo de "habitués" que não só criam o núcleo da animação, como também ajudam quem não sabe a dar os primeiros passos.

Alternando rodas com danças de pares, sempre a vibrar com a energia de palco do grupo, até quem "não dança" começa a bater o pé...!

Em Novembro passado celebrou-se o aniversário da edição do seu primeiro CD, "In Temporal", cujo lançamento teve como palco um concerto inédito em plena Gare do Oriente, no Parque das Nações, em Lisboa.

O próximo concerto é na Amadora (Auditório Recreios da Amadora), Quarta Feira, dia 8 de Dezembro às 21:30h.

Espero ver-vos lá! ;)

Fórum Fotografia

A grande maioria dos fotógrafos portugueses já conhece aquele que é o fórum de fotografia mais completo e utilizado do nosso país, o www.forumfotografia.net Discussão de temas, apresentação de trabalhos fotográficos, serviços de fotografia, concursos, exposições, encontros, técnica, equipamento... Tudo!

É ainda o melhor local para vender, comprar ou trocar material em segunda mão, com uma secção de classificados bem organizada e cheia de "tentações"...!

O site está muito bem estruturado e é constantemente monitorizado pelos administradores para que as participações se mantenham sãs e cordiais.

Se és um dos 3 fotógrafos portugueses que ainda não conhece este site, recomendo vivamente uma visita! ;)

A corrida (afinal) não acabou!

Uma notícia da semana passada que levantou as orelhas a todos os fotógrafos, foi a do novo sensor que a Canon anunciou.

Com 120 Mp e 29.2x20.2mm empurra, uma vez mais os limites da tecnologia de captura digital.

Não é um "full frame" (36x24mm, equivalente ao filme de 35mm), mas aquilo a que a marca designa por "APS-H", equivalente em tamanho ao sensor da mítica Canon 1D Mark IV, a "menina bonita" do fotojornalismo, que conta com cerca de 16 Mp. Se este novo sensor chegar à linha de produção, estamos a falar de aumentar em 7.5 vezes o número de píxeis na mesma plataforma!

Normalmente, pôr mais píxeis na mesma superfície (aumentar a densidade de píxeis) significa reduzir a qualidade de imagem, por isso, com uma diferença abissal de 16Mp para 120 Mp, há muita espectativa quanto aos resultados que este sensor produz... Mas a Canon ainda não parou de nos surpreender...!

Quem é que disse que a "corrida ao píxel" tinha terminado?!...

House filmado com a Canon 5dMII

Muito rapidamente e para as 3 pessoas do planeta Terra que não sabem: "House" é uma série televisiva da Fox, vista por milhões de espectadores em 66 países.

O protagonista é um médico tão genial quanto desequilibrado, que diagnostica os casos mais difíceis do hospital onde trabalha e que usa métodos, digamos... "pouco ortodoxos"...!

O programa nasceu em 2004 e já vai na 6ª temporada.

A relação entre os dois é que o director da série, Greg Yaitanes, decidiu que o último episódio da série (dia 17 de Maio de 2010) seria integramente filmado (sim, filmado, a 5DMII filma em HD) com esta máquina, em vez das tradicionais câmaras de vídeo.

Os argumentos principais foram a reduzida dimensão desta máquina, o que permite filmar de ângulos impensáveis para uma câmara maior e os excelentes resultados produzidos, sobretudo no que toca a cenas com baixa profundidade de campo.

O orçamento também é um argumento interessante, mas não me parece que tenha estado no prato da balança no caso de um dos programas de maior audiência da Fox...

Vários outros produtores, incluindo a Lucasfilm, começam a testar estas máquinas fotográficas como câmaras de vídeo para grandes produções, com resultados satisfatórios... Ao que parece, a Canon 7D está a ser utilizada para filmar  "The Closer".

Isto só demonstra que a barreira entre fotografia e vídeo caiu definitivamente, sendo difícil decidir o que chamar a estas máquinas híbridas... Mesmos os nichos mais especializados, onde se dizia que elas nunca chegariam, já foram atingidos pela onda de mudança!

Que não começou hoje, diga-se! Já em 1997 se fazia vídeo com máquinas fotográficas, nomeadamente com a Nikon F5!

Bom?... Mau?... Há opiniões para todos os gostos, é só escolher!...

Se quiserem continuar a ler sobre este assunto, podem ir aqui, aqui e aqui.

Giga Pixel

Alguns talvez já tenham ouvido falar nas imagens Gigapixel. São montagens de muitas fotos numa só, gigante!

Geralmente são tiradas com uma tele a grande distância, para abranger uma área vasta. O resultado é uma foto que parece ter sido tirada com uma grande angular, mas que se pode ampliar quase até ao infinito! É espantoso!

No caso da imagem acima, resulta da montagem de nada menos que 1665 fotos de 21,4 Mp (!!!) e é considerada a maior fotografia do Mundo! Tem 26 gigapixeis (26000 megapixeis)!

Podem vê-la em todo o seu esplendor aqui.

Sucesso!


Para mim, foi divertido, instrutivo e (agradavelmente) cansativo, este Encontro de Fotografia Nocturna. Temos de repetir, com outro tema. Já se fala num encontro de Macro... (aplica-te Bruno!)

Desde o miradouro, até à feira da Avenida, foi sempre a disparar! E, para os mais resistentes, terminou no XL, um bar muito simpático, nas Salvas.

Muito obrigado aos participantes pela presença e entusiasmo! Fico à espera das vossas fotos (se ainda não forem membros do Flickr, basta criarem uma conta Yahoo).

Encontro de Fotografia Nocturna- Sines


Agora é que é!

Estamos a menos de uma semana do Encontro de Fotografia Nocturna em Sines, por isso, aqui ficam os pormenores:

20:00- Encontro junto à Câmara Municipal de Sines

Levar máquina fotográfica (já que é um encontro de fotografia...), tripé, lanterna (se tiverem) e casaco.

Tentem chegar a horas, porque o pôr do sol não espera por ninguém... mas, se alguém não conseguir, aqui fica o meu contacto, para vir ter conosco: 969480175 (Gonçalo).

Até sábado!

Encontro de Fotografia Nocturna


Que dizem? Noites quentes, tempo livre (para alguns...), isto está mesmo a pedir umas fotos nocturnas!

Fica então o desafio:

Sábado 15 de Agosto 2009, região de Sines (ainda não escolhi o local).

Aberto a todos os queiram participar, mas confirmem a vossa presença por mail (gfoto.pt@gmail.com). Divulguem a quem quiserem, que isto é de noite mas não é segredo! :D

Obrigatório: máquina fotográfica e tripé (quem não tiver tripé fale comigo, que talvez se consiga arranjar um). Se tiverem uma lanterna, tragam também.

Fico à espera das vossas "inscrições"!

Testes de equipamento

www.slrgear.com Este site tem sido a minha salvação quando preciso de informação sobre equipamento, sobretudo objectivas.

Não deixem de o consultar, se tiverem alguma lente nova "na mira".

Também ajuda procurar mais info no google. Por exemplo, se eu estiver a "namorar" a objectiva Canon EF 70-200 f2.8L IS, escrevo "Canon EF 70-200 f2.8L IS vs" no google. O "vs" quer dizer versus e ele procura as objectivas concorrentes desta.

No slrgear.com também encontram informação e testes sobre máquinas, flashes, tripés, etc.

O único senão, é que está tudo em inglês... mas, se estiverem mesmo interessados e não se entenderem com o site, mandem-me um mail (gfoto.pt@gmail.com), que eu ajudo!

Boas fotos!